Foi-se o tempo em que o estudante chegava na escola, com o seu uniforme impecável, cabelinho lambido, sentava-se à carteira e olhava para a frente. Ouvia atentamente a tudo o que o Mestre lhe ensinava. No seu caderno, copiava tudo o que estava escrito no quadro, a giz. Recebia o exercício, cuja cópia era […]

Leia mais