Vamos fazer um exercício de memória. Até pouco depois do carnaval de 2020 nós tínhamos uma realidade a qual estávamos adaptados e pensávamos ter o controle quase absoluto sobre ela. Mas neste quase está a diferença sobre o que veio depois. Uma realidade de filme, diríamos. Aqueles americanos, de ficção científica. Todos em casa, lavando as mãos a cada novo objeto tocado. Não nos podemos abraçar e o toque, se for necessário, é seguido de uma dose de álcool ou desinfetante. Ruas vazias. Comércio fechado. Aulas e trabalho em casa.

 

No momento atual, a conectividade tem sido fundamental para aproximar as pessoas e desenvolver competências. No ensino, a transformação advinda dos modelos de educação a distância, tornou essencial o uso do ensino mediado por tecnologia.

 

É o que nos aponta o Coordenador da Unoesc Virtual, professor Luciano Fernandes. Conversamos com ele para entendermos este movimento em direção a esta conectividade proposta pelo ensino a distância, que é uma ferramenta que a Unoesc já oferece e que permite atender remotamente um grande número de alunos. Trata-se de uma plataforma de ensino em um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA).

 

 

O AVA nos permite uma organização didática apropriada, com conteúdo como vídeos, áudios, materiais de leitura, atividades interativas (quiz, fóruns, enquetes…).  Existem outras ferramentas que podem ser acopladas à plataforma de ensino para potencializar a aprendizagem, como ferramentas de colaboração on-line, aulas ao vivo ou gravadas, laboratórios com tecnologias em realidade aumentada ou realidade virtual.

 

 

Luciano nos mostra as vantagens para estudantes e professores. O aluno tem a possibilidade de assistir as aulas em tempo real ou em um horário melhor para ele, pois elas ficam gravadas. Além disso, pode comunicar-se com o professor ou colegas para tirar suas dúvidas. O professor fica em uma posição confortável, pois tem controle sobre as notas e as atividades propostas. E ainda pode-se utilizar ferramentas como enquetes, fóruns, pesquisas, questionários. São muitas possibilidades.

 

A virtualização dos conteúdos e personalização do atendimento pelo professor deve promover uma boa experiência aos alunos na modalidade a distância. Contudo, disciplina, organização e autonomia são características fundamentais para o perfil desse novo aluno, conectado ao ensino mediado por tecnologia.

 

 

Atenta a esta nova demanda, a Unoesc já prepara novas ofertas de cursos – graduação, pós-graduação e extensão – entendendo o poder transformador da educação a distância como uma forma de democratizar a educação.  Desta forma busca atingir os lugares mais distantes, onde a educação presencial não chegaria, possibilitando uma melhora na vida das pessoas e afetando positivamente o desenvolvimento da comunidade em que estão inseridos.

 

Sabemos que a vida nunca será mais como antes e o modo de interagir da sociedade passa por profundas mudanças. A necessidade por novas formas de relacionar-se está exigindo uma nova revolução tecnológica que atenderá um novo modelo de educação a distância, com novas ferramentas até então inimagináveis que permitam uma melhor experiência no ensino e aprendizagem.

 

Assim, a Unoesc mostra que está antenada no movimento, nas tendências deste novo modelo de educação, e propõe uma inserção cada vez maior dos seus acadêmicos – de forma presencial, ou mesmo de casa – dentro das suas realidades regionais.

Deixe seu comentário pelo Facebook