A nomenclatura do curso parece deixar óbvio o que se faz e o que se estuda em uma graduação em Administração. No entanto, se você deseja ingressar nesse curso superior, precisa conhecer a fundo a graduação, indo além do senso comum.

Você sabe, por exemplo, quais matérias da graduação em Administração existem na matriz do curso? E de quais áreas do conhecimento elas são?

Venha conosco e acompanhe essas e muitas outras informações sobre uma das graduações mais concorridas do país!

A duração da graduação em Administração

O curso de Administração é uma graduação de nível bacharelado. Ou seja, ela forma profissionais com grande carga teórica e prática e que reúnem habilidades para seguir em qualquer carreira na Administração.

Assim, quantos semestres tem o curso de Administração? A maioria das instituições possui duração de 8 semestres (4 anos), nos quais o estudante frequenta aulas teóricas, realiza atividades complementares, realiza visitas técnicas e trabalhos experimentais.

A matriz curricular do curso

As matérias do curso de Administração fazem parte das ciências exatas e das ciências sociais. A diversidade é que torna o curso tão versátil, com o profissional formado capaz de atuar em indústrias, planejando a produção, por exemplo, e em empresas privadas, controlando os recursos humanos.

Com uma carga horária média de 300 horas/aula por semestre, o estudante aprende a como utilizar ferramentas da matemática para interpretar e projetar dados de uma organização. O estudante também aprende conceitos de Contabilidade, Economia, Psicologia e Estatística, para gerenciar da melhor forma as empresas em que trabalham.

Nos últimos semestres da graduação em Administração, o estudante estuda técnicas de gerenciamento da produção, de logística, administração material e de recursos humanos. Além disso, entende conceitos básicos de marketing e de empreendedorismo.

O bacharelando pode, ainda, optar componentes curriculares nos dois semestres finais do curso, em segmentos que tenha intenção de se profissionalizar. Essa flexibilidade permite ao aluno direcionar a sua carreira para a área que atenda às suas expectativas pessoais e profissionais.

Os estágios e atividades complementares

A cada semestre é demandado do estudante a participação em eventos, as empresas juniores, projetos de pesquisas e outros projetos pedagógicos promovidos pela instituição.

O estudante ainda pode (e deve!) realizar estágios profissionais em sua área de formação. Eles dão a visão sobre o mercado e a prática necessária ao jovem profissional.

A profissão é uma das que oferecem mais oportunidades de estágios dentre todos os cursos superiores, segundo levantamento do CIEE (Centro de Integração Empresa e Escola). Assim, não há desculpa para não ter essa experiência em seu currículo de bacharel.

Mas não pare por aí! Entenda mais sobre o curso de Administração com o e-book que preparamos especialmente para os vestibulandos. Acesse e confira!

Nova call to action

Deixe seu comentário pelo Facebook