O Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM)  será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro (domingo) – tanto na versão digital quanto na versão impressa. O rigor continua o mesmo: os portões são abertos às 12h e fecham às 13h. A prova começa às 13h30, seguindo o horário de Brasília. Em ambos os dias, o candidato precisa levar consigo um documento com foto. A prova somente poderá ser respondida com caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. O candidato poderá portar duas ou mais canetas com estas características. Ele receberá os cadernos com as 180 questões que deverão ser respondidas, o cartão resposta e a folha de redação.

 

Fique atento!

No primeiro dia, a prova tem 5h30 de duração e no segundo dia, 5h. O tempo mínimo de prova será de duas horas a partir do início do exame. Só poderá levar o caderno de questões embora os candidatos que deixarem a sala nos últimos 30 minutos de prova. Antes disso, o caderno de questões, o cartão-resposta e a folha de redação deverão ser entregues ao fiscal.

 

Proibido portar alguns materiais

Antes de iniciar a prova, o candidato deverá guardar o celular ou outro equipamento eletrônico em um envelope porta-objetos. Não poderá entrar na sala de provas portando lápis, caneta de material não transparente, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos, livros, manuais, impressos, anotações e quaisquer dispositivos eletrônicos, fones de ouvido. Proibido estar com óculos escuros, chapéu, gorro, touca ou boné. Se levar lanche, este deve ser examinado pelo fiscal da prova.

 

O que cai em cada dia

No dia 21 acontecem as provas de Códigos e suas Tecnologias. Serão 45 questões de Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação e também a prova de Redação. Além disso, no primeiro dia ainda é preciso fazer a prova de Ciências Humanas e suas Tecnologias. São mais de 45 questões de História, Geografia, Filosofia e Sociologia. 

No dia 28 será a vez da prova de Ciências da Natureza (Química, Física e Biologia) e Matemática e suas Tecnologias (Matemática). O gabarito oficial do Enem 2021 será divulgado até o dia 01 de dezembro no site do  Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), autarquia federal ligada ao Ministério da Educação, órgão responsável pelo exame, e no aplicativo oficial do ENEM.

 

ENEM Digital

O INEP está programando extinguir o ENEM formato impresso da prova e aplicá-las somente no formato digital, até 2026, mantendo as 180 questões e a redação, como é feito hoje. No formato digital, os participantes ainda deverão comparecer a um local predeterminado para realizar a prova, no entanto, estes lugares devem estar equipados com computadores. O ideal, para o Instituto, é chegar ao ponto de as questões serem  interativas, no estilo de games, com vídeos e infográficos. 

Nos dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021 ocorreu uma primeira edição-piloto deste ENEM Digital. Cem mil e cem (100.100) participantes se inscreveram. Destes, 93 mil confirmaram a inscrição e somente  29.703 compareceram às provas, ou seja, 29% do total.

Na edição de novembro do ENEM (dias 21 e 28), serão aplicadas as provas nas duas modalidades – impressa e digital – contendo os mesmos cadernos, com o mesmo número de questões. Inclusive o tema da redação será o mesmo. Aqueles que optarem por fazer no formato digital receberão folhas de rascunho e a redação será escrita à mão. 

 

ENEM 2021

3.109.762

inscrições confirmadas – menor número desde 2oo5;

3.040.871

farão a prova impressa;

68.891 

farão o ENEM Digital 

77,5% dos 4 milhões

de alunos confirmaram inscrição;

101.100

vagas foram ofertadas para o Enem digital