Quando a gente pensa na cidade globalmente – como serão as suas ruas (largas, estreitas, quantas vias), se haverá árvores, canteiros de flores, bancos para as pessoas descansarem, parques, ciclovias, qual o transporte público ideal e por onde ele vai passar – estamos imaginando o seu planejamento urbano. Dentro disso, o recorte para as edificações que formarão este município, planejando os materiais mais adequados para estas construções. Neste sentido, intenciona-se as soluções mais sustentáveis.

E fechando ainda, dentro dessas edificações, a arquitetura dos interiores. Este ponto é fundamental, pois será a habitação de cada família, pretendendo proporcionar o conforto e a qualidade de vida.

Conseguimos, assim, juntar três cursos de Pós-graduação oferecidos pela Unoesc EAD: Planejamento Urbano; Sistemas Construtivos de Edificações e Arquitetura de Interiores. Para decifrar estas áreas, conversamos com o professor Anderson S. Ferreira, que é coordenador dos cursos de Arquitetura e Urbanismo e de Design da Unoesc Xanxerê, e também, professor nas três Pós-graduações que te apresentaremos.

 

 PLANEJAMENTO URBANO

 

 

Há que se levar em consideração uma série de fatores para definir como será esse planejamento, quais as prioridades serão adotadas, quais os pontos fortes que devem ser destacados e onde se precisa vencer alguma barreira. Neste ponto, a formação que a Pós-graduação oferece é fundamental, pois oferece ao profissional o conhecimento necessário para isso. É uma boa opção para aprender a teoria e poder relacionar com a prática, pensando na aplicabilidade desses conhecimentos nos municípios. A qualidade de vida depende destes detalhes – que são muitos. E por isso há profissionais qualificados e preparados para desempenhar esta função.

 

O planejamento urbano consiste em estudar o funcionamento das cidades tendo como foco as áreas urbanizadas. No planejamento urbano, pensamos em organizar as cidades por meio dos sistemas de infraestrutura, mobilidade, plano diretor e paisagismo. E não deixamos de fora as questões ligadas ao patrimônio cultural, arquitetônico e urbano, assim como o desenvolvimento regional sempre com foco na sustentabilidade e inteligência das cidades.

 

O professor Anderson relata que se deve levar em consideração para esse planejamento seis aspectos: as pessoas, as questões sociais e culturais, além do fator ambiental, de governança e gestão, a infraestrutura, buscando a qualidade de vida do morador deste município.

 

 Pensamos na cidade para pessoas e o uso dos recursos naturais de forma sustentável. Assim, sempre que pensarmos em planejar cidades, temos que entender como é seu funcionamento.

 

SISTEMAS CONSTRUTIVOS DE EDIFICAÇÕES

 

 

Anderson nos explica que os Sistemas Construtivos de Edificações são as técnicas utilizadas para melhorar o planejamento, o projeto e a execução de obras arquitetônicas.  Sendo assim, o foco estará no conforto ambiental dos espaços. Isso envolve o planejamento de edificações sustentáveis, o conhecimento de sistemas construtivos modulares, como o uso de estruturas de concreto e madeira. Além disso, as patologias, a gestão de projetos, o orçamento e o planejamento de obras da construção civil.

 

No planejamento urbano, pensamos no macro, em termos de cidade e organização. Nos sistemas construtivos, pensamos na edificação e como melhorar seu desempenho e proporcionar melhor qualidade de vida.

 

O professor destaca ainda que todos os professores da Pós-graduação em Sistemas Construtivos de Edificações atuam no mercado de trabalho, tendo como foco os sistemas construtivos de edificações. Assim, as aulas são mais dinâmicas, demonstrando a prática das construções.

 

 

 ARQUITETURA DE INTERIORES

 

 

Chegamos enfim, na funcionalidade e conforto nos interiores das edificações, dos lares. Esta é a função que cabe ao arquiteto – ou à arquiteta – de interiores. Neste ponto, leva-se em consideração as necessidades do cliente, ou seja, projeto, custo, organização da obra e a execução.

 

É importante considerar que a arquitetura de interiores vai muito além do que a mera decoração do ambiente, ela proporciona espaços confortáveis, sustentáveis, dinâmicos e que proporcionam a qualidade de vida das pessoas.

 

O professor nos esclarece que esse profissional concebe o espaço de forma que ele esteja confortável. O foco está nos ambientes da habitação, o uso das cores, o desenho de mobiliário, a iluminação nos ambientes e o paisagismo interno das edificações, ou seja, cria-se espaços que possibilitem o bem-estar e qualidade de vida para as pessoas. Anderson ressalta ainda que os professores da Pós-graduação em Arquitetura de Interiores, assim como no de Edificações, são atuantes no mercado de trabalho, o que facilita e traz exemplos da vida prática.

 

Pós-graduação Unoesc EAD

 

Os cursos de especialização da Unoesc EAD são desenvolvidos em 360 horas/aula, podendo ser concluído em 8 meses. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), no final, é opcional. Além disso, o curso é oferecido em Ambiente Virtual diferenciado que promove a interação, com metodologias de aprendizagem inovadoras. Todo o corpo docente tem experiência na área em que ministra a aula. Os cursos são oferecidos totalmente de forma on-line, sem a necessidade de encontros presenciais. As aulas são realizadas ao vivo com o professor e colegas da turma, caso não consiga participar você poderá assistir às gravações depois.  A Unoesc está presente no programa de Mobilidade Virtual eMovies, onde você pode cursar componentes em instituições estrangeiras e ampliar os horizontes para a construção do seu conhecimento. Inscreva-se já!