Terminada a formação profissional, percebe-se que há necessidade de aperfeiçoar-se, especializar-se dentro da nossa área de atuação. Então, é nessa hora que precisamos abrir os horizontes e perceber o que o mercado de trabalho está valorizando naquele momento, para ganharmos espaço e ampliarmos a nossa área de atuação.

Em tudo o que lemos, vimos e ouvimos, estas palavras são recorrentes: dados, informação, tecnologia e programação. Nos sentimos levados a experimentar o que estas grandes áreas oferecem. A boa notícia é que a Unoesc EAD oferece cursos de Pós-graduação EAD justamente nestas áreas. A saber: Administração de Banco de Dados, Gestão da Segurança da Informação, Gestão de Tecnologia da Informação e Desenvolvimento de software com Java. Conheça um pouco mais sobre cada um e decida onde vai querer atuar.

                     

Administração de Banco de Dados

 

Ouve-se muito falar em vazamento, proteção, negócios que envolvem dados. Para compreender melhor estas afirmações, conversamos com o professor Roberson Júnior Fernandes Alves, coordenador do curso de ciências da computação da Unoesc Campus São Miguel do Oeste e também professor da pós-graduação em Administração de Banco de Dados, da Unoesc EAD:

 

 

 

Os dados são “fatos” e geram “conhecimento”. Todas as organizações precisam de dados para apoiar o processo de tomada de decisão. Os dados e os bancos de dados (que os armazenam) são mais importantes nas nossas vidas do que a gente imagina. Tudo o que fazemos no nosso dia a dia de certa forma consulta e/ou armazena dados em um banco de dados.

 

 Digamos que um gestor de uma organização precise tomar uma decisão importante e de risco. Se o banco de dados estiver estruturado, com os dados organizados e consistentes, essa decisão será baseada em fatos (os dados) e tende a ser mais assertiva. Desta forma, o professor detalha o processo que envolve a administração destes dados.

 

O Administrador de Banco de Dados, ou DBA (Data-base Administrator) é um profissional da área de tecnologia responsável pela criação, instalação, monitoramento, reparos e análise de estruturas de um banco de dados. Este profissional é responsável por manter o banco de dados funcionando 24 horas por dia e 7 dias por semana.

 

A principal tecnologia para gestão dos dados é o Banco de Dados. Ou seja, organização e armazenamento de informações sobre um domínio específico. É o agrupamento de dados que tratam do mesmo assunto, e que precisam ser armazenados para segurança ou conferência futura.

 

Várias outras iniciativas de uma organização são determinadas a partir dos dados: ações de marketing, promoções personalizadas, projetos de expansão de negócios, novos investimentos, etc.

 

O professor Roberson afirma que, com a evolução das tecnologias computacionais, os bancos de dados passaram a ser armazenados em softwares. Estes softwares são chamados de SGBDs (Sistemas de Gestão de Banco de Dados). Existem diversos tipos de SGBDs, e cada um é adequado para uma necessidade dos clientes. Ele cita alguns dos SGBDs mais utilizados: Oracle, DB2, MySQL, SQL Server, PostgreSQL, MongoDB, Firebase, entre outros. E considerando a importância dos dados na nossa vida e do correto controle destes, por meio de banco de dados, surge a relevância do Administrador de Banco de Dados.

 

 

Gestão da Segurança da Informação

 

Mas talvez ainda haja alguma dúvida sobre a diferença entre dados e informação. Pensando nisso, pedimos ao professor Fabiano O Wonzoski, da pós-graduação em  Gestão da Segurança da Informação, da Unoesc EAD que nos esclarecesse então o que é informação:

 

 

 

A informação são nossos dados processados. E, atualmente, através de vários conceitos da computação, a informação e o conhecimento acabam agregando, significativamente, a inteligência aos processos e negócios da empresa. 

 

 Sendo assim, Fabiano garante que a informação é, hoje, o bem mais precioso de uma empresa, tendo em vista que atualmente todos os processos empresariais estão documentados e armazenados em ambientes computacionais.

 

Pode-se também considerar que a informação é um importante fator de competitividade organizacional, pois possibilita que a empresa agregue inteligência ao seu negócio.

 

Fica fácil imaginar, então, que a demanda no mercado, por profissionais de segurança da informação, tem se tornado cada vez maior, tendo em vista o aumento significativo no volume de dados armazenados e o crescimento na quantidade de ocorrências relacionadas a roubo de informações corporativas.

 

O profissional da segurança da informação é visto como diferenciado no mercado, pois os conhecimentos e requisitos necessários a esta área é bastante específico.

 

O professor Fabiano conta que esta pós-graduação tem aplicabilidade de mercado em todas as áreas, tendo em vista que todas as empresas utilizam sistemas computacionais. Talvez a maior preocupação seja, hoje, a de preservar a informação corporativa e a LGPD, que serão abordados no curso.  Wonzoski lembra ainda que existe atualmente uma defasagem bastante grande no mercado brasileiro de profissionais de segurança da informação.

 

 

Gestão de Tecnologia da Informação

 

Como consumidores estamos sempre em busca de informações ágeis, de preferência em tempo real, que atenda às nossas necessidades e ao mesmo tempo nos surpreenda. Já nas empresas, é preciso manter a rotina e gerenciar o negócio com um olhar para o futuro. Comprar, vender, produzir, receber e pagar contas, enfrentar a concorrência, simular tendências, atender e superar as expectativas dos consumidores. Inovar. Para isso funcionar, é preciso contar com os recursos tecnológicos. Nesse cenário, as empresas buscam na área de Tecnologia da Informação (TI) as ferramentas e soluções para responder com agilidade às demandas do mercado. A professora Roseli Rocha Moterle, da pós-graduação em Gestão de Tecnologia da Informação, da Unoesc EAD, nos fala mais sobre esta área:

 

 

 

A Tecnologia da Informação compreende quatro recursos principais que estão presentes em qualquer tipo de organização ou tamanho de negócio: hardware; software; dados e telecomunicações.

 

A professora aponta que o desafio é manter e transformar o negócio com a adoção de tecnologias emergentes e disruptivas capazes de elevar o patamar de negócios e a sobrevivência das organizações.

 

A gestão é sustentada pelo tripé que envolve pessoas, tecnologia e processos, o que exige a articulação de ações para criar novos modelos, um novo mindset de mudanças e adaptações constantes.

 

O mercado de trabalho em TI é um dos que mais cresce, mas é também um dos mais dinâmicos e competitivos exigindo profissionais com capacitação em níveis mais avançados e especializados. Os profissionais envolvidos com TI, direta ou indiretamente necessitam desenvolver competências para o planejamento, a implantação e a gestão estratégica de TI nas organizações.

 

O curso tem o propósito de capacitar profissionais que na área de Gestão de Tecnologia da Informação para projetar, implementar e gerir negócios e projetos voltados a melhoria dos processos, de sistemas, de segurança e de infraestrutura de TI alinhados com o planejamento estratégico e a transformação digital das empresas.

 

Roseli aponta que a pós-graduação atende à necessidade de formação atual, sob a ótica dos órgãos internacionais que estabelecem padrões e práticas da gestão de TI como ITIL, COBIT, PMBOK, BSC, entre outras. No curso também serão abordadas as tecnologias emergentes como Big Data, Inteligência artificial, Machine Learning, IoT, a Governança Corporativa, a liderança e os métodos ágeis de gestão.

 

A professora Roseli destaca que, em 2017, a Unoesc esteve presente no ranking nacional das 100 empresas mais inovadoras no uso de TI, juntamente com Bradesco, Weg, Votorantim, Gol, Embraer, Vivo, Boticário, Dell.

 

Desenvolvimento de software com Java

 

E já que estamos falando em tecnologia, vamos apresentar então, uma das linguagens de programação mais populares e utilizadas no mundo. O professor Wagner Titon, da pós-graduação em Desenvolvimento de software com Java, da Unoesc EAD, nos conta detalhes:

 

 

 

Java é a linguagem de programação orientada a objetos, desenvolvida pela Sun Microsystems foi lançada em 1996, capaz de criar tanto aplicativos para desktop, aplicações comerciais, softwares robustos, completos e independentes, aplicativos para a Web.  É uma das linguagens de programação mais populares e utilizadas no mundo.

 

De acordo com Wagner, a revista IEEE Spectrum divulgou em 2020 o ranking das melhores linguagens de programação, onde o Java ocupa a 2º posição.  Sobre a pós-graduação, o professor relata que ela conta com professores atuantes no mercado da linguagem Java. Com bagagem em empresas de grande porte e soluções complexas.

 

O curso permitirá ter um roodmap da linguagem Java, desde desenvolvimento desktop até desenvolvimento web. Isso permite atuar em diferentes segmentos e subáreas de desenvolvimento.

 

Há bons indicativos que podem atrair o profissional para esta área. Wanger aponta que um desenvolvedor Java tem vasto mercado de trabalho, tanto no Brasil como no exterior. E o  salário médio, segundo Glassdoor, é de R$8.000,00, com previsão de valorização de 8% nos próximos anos.

 

Pós-graduação Unoesc EAD

 

Os cursos de especialização da Unoesc EAD são desenvolvidos em 360 horas/aula, podendo ser concluído em 8 meses. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), no final, é opcional. Além disso, o curso é oferecido em Ambiente Virtual diferenciado que promove a interação, com metodologias de aprendizagem inovadoras. Todo o corpo docente tem experiência na área onde ministra a aula. Os cursos são oferecidos totalmente de forma on-line, sem a necessidade de encontros presenciais. As aulas são realizadas ao vivo com o professor e colegas da turma, caso não consiga participar você poderá assistir às gravações depois.  A Unoesc está presente no programa de Mobilidade Virtual eMovies, onde você pode cursar componentes em instituições estrangeiras e ampliar os horizontes para a construção do seu conhecimento. Inscreva-se já!