O professor do Mestrado e do Doutorado em Direito (Unoesc Chapecó), Cristhian Magnus De Marco tem liderado um grupo de acadêmicos cristãos, que buscam os pontos comuns entre a fé e a ciência, através da leitura de textos que abrangem as áreas da biologia, sociologia e literatura, dentre outras. Os encontros acontecem em Joaçaba desde maio de 2019. Durante a pandemia, o grupo passou a se reunir on-line, mas espera em breve voltar às reuniões, na Capela Universitária do Campus 1 da Unoesc. De acordo com o professor, um dos principais objetivos da Associação Brasileira de Cristãos na Ciência (ABC²) é formar uma “Comunidade Intelectual Cristã”:

 

A ABC² busca criar um espaço para o diálogo no qual os cristãos possam colocar sobre a mesa, com transparência e honestidade, todos os assuntos, as dúvidas e as inquietações que dizem respeito à fé e à ciência.

 

Propósitos da Associação

  • Promover o diálogo entre Fé e Ciência, observando as visões cristãs bíblicas sobre a natureza, o escopo e as limitações da ciência, e sobre as interações entre ciência e fé.
  • Incentivar a investigação atenta e criteriosa de eventuais implicações teológicas decorrentes de novos conhecimentos revelados pelo avanço científico.
  • Encorajar cristãos engajados na atividade científica a manter uma fé pessoal ativa e comprometida com a igreja local e com a comunidade intelectual cristã, a aplicar sua fé no conjunto de sua vida profissional, a responsabilizar-se pelas implicações éticas, sociais e ambientais da ciência e da tecnologia, e a comunicar o evangelho na comunidade científica.
  • Estimular a contemplação da beleza e da glória de Deus na Criação por meio da ciência e o cultivo da gratidão e da oração no dia a dia da academia e do laboratório.
  • Ajudar cristãos que estudam ciência e líderes eclesiásticos a integrar sua crença religiosa e o estudo científico.

 

São bem-vindos ao grupo todos aqueles que se interessam pelo debate entre fé e ciência, independentemente de opção religiosa ou filosófica. Atualmente, há católicos, evangélicos e pessoas sem qualquer vinculação institucional participando das reuniões da ABC². Igualmente não há distinção entre as áreas da ciência. Todos são recebidos com acolhimento para um proveitoso diálogo franco e equilibrado.

 

Como participar?

Cristhian faz o convite para aqueles que tiverem interesse em conhecer o grupo ou mesmo aqueles que quiserem se juntar a eles. Ele afirma que a agenda de encontros de 2021 será divulgada em breve e deixa um link para os interessados em se inscrever no grupo do WhatsApp:  https://chat.whatsapp.com/J9MVYhnUERJCSNmRS0KKVa. Mais informações podem ser encontradas no portal da ABC2: cristaosnaciencia.org.br.

 

 

Cristãos pela Ciência

No portal encontramos dez perguntas e respostas sobre Fé e Ciência, preparadas pela Faraday Institute. Entre elas, o Instituto afirma ser um erro de categoria o questionamento sobre a ciência poder provar a existência de Deus, já que a ciência não pode responder a uma pergunta não-científica. Por outro lado, muitos cientistas acham que há evidências suficientes de uma ampla gama de fontes para garantir a crença em Deus. Eles afirmam que você não precisa escolher entre Deus e a ciência.

Francis Collins, o diretor do projeto de decodificação de todo o DNA humano, escreveu que é “possível para o cientista-crente ser intelectualmente realizado e espiritualmente vivo, tanto adorando a Deus quanto usando as ferramentas da ciência para descobrir alguns dos incríveis mistérios de sua criação”. Isso está em seu estudo The Language of God: A Scientist Presents Evidence for Belief.