O vestibular está chegando, e umas das partes mais cruciais para se dar bem na prova é a interpretação de texto, confira abaixo a matéria publicada pelo Guia do Estudante que dá dicas sobre os erros mais comuns e como evitá-los.

A capacidade de compreender o texto é vital em muitas situações. Desde entender o sentido de uma mensagem no WhatsApp até na hora de assinar um contrato. No vestibular, a habilidade vale nota e garante bons pontos! Então, não dá para vacilar, né?

Segundo o professor de português do Anglo Vestibulares, Ian Oliver, os erros mais comuns dos alunos são os desvios de leitura: generalizar, criar relações indevidas, descontextualizar e colocar valores pessoais. Entenda mais sobre cada erro na lista abaixo.

1) Generalizar afirmações do texto
Fique ligado! Para confundir você, a alternativa pode trazer informações que dizem muito mais do que o foco do texto. Exemplo: o texto diz que muitas mulheres sonham em ser mãe, mas a alternativa generaliza e pode induzir ao erro de interpretação como se a ideia fosse que todas as mulheres sonham com a maternidade.

2) Criar relações indevidas entre ideias
Sim, existem ideias implícitas no texto que você precisa entender, mas cuidado para não ir longe demais e fazer inferências equivocadas.

3) Descontextualizar trechos ou expressões do texto
Ao ler o texto, é muito importante pensar na época em que foi escrito e no cenário a que o autor se refere. É preciso ter muita atenção com figuras de linguagem, como a ironia, que, fora de contexto, podem gerar uma grande confusão.

4) Intrometer valores pessoais que o texto não admite
Lembre-se de que se trata do ponto de vista do autor do texto! Você, estudante, precisa olhar para o que está escrito com imparcialidade, e também verificar se a alternativa não está trazendo alguma opinião alheia às ideias abordadas no trecho.

O professor alerta que “muitas alternativas falsas de questões de vestibular são criadas tendo essas distorções como referência”. Por isso, é importante ter esses desvios em mente na hora de analisar as opções de resposta em questões de múltipla escolha.

O segredo
Ian explica que a operação mental mais importante para praticar a interpretação de texto é a paráfrase (falar sobre as ideias apresentadas no texto com as próprias palavras). Já que a única forma de garantir que o aluno entendeu o texto é verificar se ele consegue explicar, à sua maneira, os significados do texto.

“Grosso modo, a maioria das questões de texto em vestibulares querem exatamente isso.

Ao perguntarem ‘De acordo com o texto, é possível afirmar que…’, as provas apresentam habitualmente cinco alternativas, das quais quatro são paráfrases incorretas do texto e apenas uma é a paráfrase correta”, explica.

Ele sugere que, na hora da prova, o aluno grife as ideias principais do texto e no enunciado, grife o comando específico da questão. Isso vai ajudar a ficar atento ao que foi perguntado. E, ao ler as alternativas, vocês já sabem, fiquem atentos às distorções citadas acima. Combinado?

“Muitos alunos preferem começar pelo enunciado da questão antes de ler o texto, a fim de fazer a leitura já orientada, procurando a resposta. Essa pode ser uma boa estratégia”, afirma o professor de português.