O professor Márcio Piccoli encontrou uma forma dinâmica de administrar as suas aulas de Contabilidade Pública, dirigidas aos alunos da sétima fase do curso de Ciências Contábeis da Unoesc Joaçaba. O formato é bastante estimulante, envolvendo jogos, questionários (quiz), bate-papos, interagindo com os alunos por áudio ou mensagens. O passo-a-passo é feito por meio de uma planilha do Excel, programa o qual os alunos têm bastante ambientação, podendo acompanhar as perguntas e respostas em tempo real. Assim a experiência mostra-se eficiente e provoca ambos. Piccoli grava ainda pequenos vídeos complementares, que são postados em seu canal no YouTube, mais uma ferramenta de aprendizagem. A professora Ardinete Rover, coordenadora do curso, vê esta interação como a garantia de um ensino de qualidade com resultados positivos para o aprendizado.

A Unoesc utiliza-se principalmente da plataforma virtual Collaborate, que integra a instituição de ensino, professores e alunos, em uma mesma sala durante atividades online. A partir dessa ferramenta são disponibilizados os materiais que serão usados na aula de forma que tanto alunos quanto professor possam manipulá-los. Estas aulas são gravadas e permanecem disponíveis para que os conteúdos possam ser revistos quando necessário. Esta é a prática adotada pela instituição para manter as aulas no período de isolamento social em decorrência da pandemia mundial do novo Coronavírus (Covid-19).

– Acredito que a maior mudança será no uso do portal, tudo que ele possibilita. É uma ferramenta que utilizávamos pouco. Isso tem sido um aprendizado e passará a ser mais explorado por todos professores e alunos, conta a professora Fabiana Dallacosta, do curso de Enfermagem da Unoesc Joaçaba

– Estas novas experiências fazem com que se mude principalmente a maneira de olhar para o ensino mediado por tecnologias, o rompimento do paradigma de que educação à distância não consegue aproximar as pessoas. E também para o profissional do futuro, que deve ter flexibilidade no trabalho, permitindo o anywhere office, ou seja, poder trabalhar de qualquer lugar, a qualquer hora e em qualquer dispositivo”, acredita Tânia Durigon, coordenadora do Curso de Administração da Unoesc Joaçaba

A professora Eduarda Magalhães Dias Frinhani, coordenadora do curso de Engenharia Química da Unoesc Joaçaba acredita que os professores continuarão a usar as ferramentas para as atividades on-line mesmo após o retorno das aulas presenciais, pois terão melhorado a sua didática e a prática do ensino.

Para os alunos, o desafio não é menor. Muitos encontram dificuldades em utilizar as ferramentas web porque o formato presencial é o que conhecem, não têm a vivência destes ambientes de interação virtual. O professor Anderson Nardi, da Enfermagem, acredita que os acadêmicos passarão a valorizar mais o trabalho dos professores na forma presencial.

– Certamente os alunos estarão mais propensos ao diálogo e à construção do conhecimento, mesmo que uma pequena parcela dos acadêmicos apresente alguma dificuldade na utilização de ferramentas e tecnologias, além disso por estarem acostumados ao ensino tradicional, comenta a professora Simone Triquez, também da Enfermagem.

A professora Marcia Restelato, coordenadora deste curso, fala que na volta estarão todos fortalecidos no aprendizado. Cansados, mas com vontade de ser melhor a cada dia. E destaca o que considera negativo nesta parada:

– Sentimos falta de um abraço, do contato com os alunos, vimos dificuldade na aprendizagem dissociada da prática. Além disso, temos trabalhado muito mais e há incertezas sobre os dias que virão. Não podemos nos programar a longo prazo. Mas tiramos também muitos pontos positivos, relata Marcia.

Neste sentido, os professores que foram ouvidos relatam que ampliaram a sua capacidade de adaptar-se, dando de si o melhor, descobrindo a possibilidade de aprendizagem fora do formato tradicional. Destacam as parcerias entre os coordenadores de curso e a troca visando o melhoramento.

A Unoesc tem oferecido as condições necessárias para que as aulas e as trocas aconteçam. A professora Tania mostra que estas alterações na forma do ensino foram possíveis graças à excelente estrutura tecnológica e de profissionais capacitados que a Unoesc propicia durante o período de isolamento, que mudou de maneira radical a rotina, a interação com professores e alunos e a forma de trabalhar. Não há dúvidas, para ela, de que sairemos fortalecidos e ainda mais preparados para o futuro que chega em uma velocidade cada vez mais rápida, que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos.