Se você já fez a sua inscrição, comece a estudar para o Enem. Alcançar uma boa pontuação não apenas demonstra que você domina o conteúdo, mas pode facilitar o seu acesso à Educação Superior.

Neste post, nós vamos explicar alguns dos benefícios proporcionados por uma boa nota, bem como dar algumas dicas ensinando a estruturar sua rotina. Fique ligado!

 

Por que vale a pena estudar para o Enem?

Já há muito tempo o Enem deixou de ser um simples instrumento para avaliar o desempenho dos alunos que estejam concluindo a Educação Básica.

Com a popularização do exame, aumentou o número de instituições de Ensino Superior que adotam o boletim do Enem como opção ao vestibular tradicional. Se alcançar a pontuação mínima exigida, o estudante pode ser dispensado de fazer a prova interna.

Fora isso, o desempenho no Exame está entre os critérios de seleção para os candidatos que se inscrevem no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) ou o Programa Universidade para Todos (Prouni).

 

Como estudar para o Enem?

Agora que você já entendeu a importância de tirar uma boa nota, vamos dar algumas dicas simples orientando como estudar para o Enem. Fique atento às nossas dicas:

Refaça provas anteriores

Uma das estratégias de estudo mais eficientes é refazer provas anteriores do Enem. Essa é uma oportunidade para que o candidato se familiarize pelo estilo das provas, que tem como suas características mais fortes a interdisciplinaridade e a contextualização das questões.

Participe de simulados presenciais ou online

A participação em simulados presenciais ou online é outra medida eficaz. Também é importante que os testes reproduzam as mesmas condições em que é aplicada a prova oficial, tanto no que se refere à duração, quanto à proibição de recursos auxiliares.

Entenda a prova

O Enem possui uma diferença importante em relação aos vestibulares tradicionais: neste exame, a capacidade de utilizar os conceitos em situações práticas é mais importante do que a memorização. Igualmente valorizada é a capacidade de interpretar textos, já que as questões partem de trechos de notícias, músicas, poemas ou quadrinhos.

Crie uma rotina de estudos

A criação de um cronograma para estudar para o Enem também é bastante útil. Para manter o controle sobre o seu desempenho, estabeleça metas diárias. O ideal é não deixar para revisar os conteúdos faltando poucos dias para a prova: dessa maneira, você não precisa abrir mão de suas atividades cotidianas, nem do lazer.

Treine para a redação

Além de 180 questões de múltipla escolha, o Enem também é composto por uma prova de redação, cuja proposta geralmente parte de um tema relevante para a sociedade brasileira. O texto deve ser escrito no estilo dissertativo, ou seja, o candidato deve se posicionar sobre o assunto com base nas referências fornecidas e em suas experiências pessoais.

 

Gostou das nossas dicas que ensinam como estudar para o Enem? Assine a nossa newsletter e seja informado, por e-mail, quando publicarmos outros conteúdos!

 

Inscreva-se com a nota do Enem

Deixe seu comentário pelo Facebook