Quem são os profissionais mais procurados no mundo do trabalho? Até alguns anos atrás, a dinâmica da vida das organizações era estável, controlável, previsível, lenta e simples. Nesse meio, as habilidades exigidas dos profissionais não eram complexas e, não raro, buscava-se a mão de obra menos qualificada, porque as habilidades exigidas eram de relevância manual, ao menos em grande parte das organizações. Essa realidade não existe mais. A vida nas instituições e no mundo do trabalho, atualmente, é complexa, fora de controle, imprevisível, rápida e instável. A tecnologia e a conectividade global romperam com os consagrados modelos de gestão e exigem um profissional com novas habilidades.

Diante desse quadro, os profissionais mais bem pagos e mais procurados no mundo são aqueles de alta performance e conhecimento. Estão em permanente aperfeiçoamento e voltados para constante formação. Já não basta ter diploma superior, é preciso ter mais que um diploma e, sobretudo, formação em instituições reconhecidas e de grande qualidade.

Ademais, as habilidades intelectuais e de conhecimento técnico, quando isoladas, nada significam. É preciso que o profissional que almeja uma carreira de sucesso cultive habilidades humanas tais como o comprometimento, engajamento, foco nos resultados, seja capaz de adaptação rápida às mudanças, tenha visão estratégica e bom relacionamento interpessoal, bem como capacidade de disciplina e resistência às tensões.

A necessidade de agilidade, nas organizações, requer profissionais com habilidades de comunicação. Um bom profissional é capaz de ouvir e falar bem. Aliás, precisa também escrever bem. E, essa comunicação já não é suficiente somente na língua pátria. A eficiência e eficácia no trabalho ocorrem pela capacidade de os profissionais estabelecerem relações, contatos e vínculos. Também, as empresas valorizam muito os profissionais que saem de sua zona de conforto e fazem além do que as funções que lhe foram delegadas. A isso denomina-se proatividade.

Se você quer ser um profissional de sucesso, deve desenvolver a capacidade de se comunicar verbalmente e por escrito. O entrevistador avaliará isso o tempo todo e você precisa demonstrar confiança para estabelecer uma boa comunicação pessoalmente, por telefone ou por e-mail. Venda essa característica em seu currículo, sempre de uma forma condizente com a sua personalidade. Muito ligado a essa habilidade está o senso de análise que é uma das capacidades mais solicitadas pelas empresas no mercado competitivo atual.

Nossas escolas estão muito distantes de preparar os jovens para o mundo do trabalho. Então, aqueles que compreendem a necessidade de estudar, da dedicação a um bom curso, e a necessidade de educação superior, sabem que outras qualidades são necessárias para ter as melhores oportunidades no mundo dos bons empregos: capacidade de gestão do tempo, conhecimento de informática, flexibilidade e resiliência, liderança, integridade e coerência, iniciativa e humildade para aprender sempre. Essas habilidades são os combustíveis que embalam as carreiras brilhantes.

Se o seu sonho é fazer uma carreira brilhante, ganhar dinheiro, ser empreendedor, preste atenção nisso. Acostume-se a dormir menos, trabalhar mais e estudar muito, cultivar os bons hábitos e as habilidades que marcam sua personalidade como um ser humano íntegro.

Joaçaba, julho de 2016.

 

Professor doutor Aristides Cimadon, reitor da Unoesc. Possui graduação em Filosofia e Pedagogia, ambas pela Universidade de Passo Fundo (RS), e Direito pela Unoesc. Mestre em Educação, pela PUC-RS, e mestre em Direito, pela UFSC. Doutor em Ciência Jurídica, pela Univali.
  1. Passem lá no meu Blog para ler meus artigos sobre como estudar em casa. Ensinam técnicas de estudo e dão dicas preciosas em vista de provas como Enem, vestibular e concurso público, além de ajudar na preparação de uma carreira. É só clicar no meu nome. Valeu!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>