A abordagem sistêmica é uma proposta de trabalho com as pessoas, as relações e o sistema humano, visto que o sujeito é sempre referido por um sistema e a matriz de sua identificação é a família.

A Teoria Sistêmica possibilita ao profissional trabalhar com o paciente, inserido no sistema familiar, social e emocional e na inter-relação pessoa grupo, observando as características do inconsciente, mas focando no aqui e agora.

Esse procedimento terapêutico levou a mudanças de paradigmas e possibilitou novos olhares para a constelação psíquica que constitui a dinâmica das relações interpessoais sistêmicas, possibilitando diferentes conexões, diálogos, aplicabilidade e funcionalidade do manejo clínico.

As disfunções psicológicas do paciente são tratadas no conjunto do todo familiar, pois o problema se estabelece no sistema das relações e vínculos. Dessa forma, a causa da disfuncionabilidade do paciente é redirecionada para o coletivo.

Nesta abordagem, são utilizadas algumas técnicas específicas, como Genograma, e psicodrama, porém, o processo de terapia gira em torno de pessoas e relacionamentos, não de técnicas de intervenção ou abstrações teóricas.

As indicações para tratamento com esta abordagem vão desde atendimentos clínicos ou intervenções em outras instituições que necessitam de uma abordagem mais relacional sistêmica.

Ir além da perspectiva do paciente identificado (aquele que a família “pensa” ser o problema) e introduzir a multicausalidade permite alterar a orientação individual e familiar do tratamento e, consequentemente, tornar a família ou o grupo mais funcional.

A Unoesc Campus de Joaçaba, atenta as novas abordagens da psicologia, está ofertando o curso de especialização em Terapia Familiar Sistêmica no segundo semestre de 2017, visando uma qualificação dos profissionais da área da Psicologia, que tem como propósito amenizar o sofrimento psíquico do sujeito e auxiliá-lo, desatando os nós existentes nas relações, tornando-as mais funcionais.

O curso de Terapia Familiar Sistêmica é oferecido em Joaçaba e Chapecó. Confira!

Assista o depoimento da Juliana Palavesini,  Diplomada do curso de Psicologia da Unoesc.

Autora: Marilda Saccol

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>