Empreendedorismo e criação de boas ideias

Empreendedorismo e criação de boas ideias

 

O empreendedorismo é definido como um comportamento que pode ser desenvolvido ou ensinado, mas algumas características são próprias da pessoa. As pessoas podem aprender a agir como empreendedores, usando para isso metodologias baseadas no interesse em descobrir coisas novas, reagir e explora-las como oportunidades de autodesenvolvimento.

Leia mais

4 motivos para fazer pós-graduação em Gestão e Projeto: Arquitetura e Design de Interiores

4 motivos para fazer pós-graduação em Gestão e Projeto: Arquitetura e Design de Interiores

 

1. Aquisição de conhecimento na área de gestão empresarial

Em uma época de crise econômica, a oportunidade de adquirir conhecimento na área de gestão empresarial é essencial para aqueles que querem montar o seu próprio negócio ou até mesmo atuar como autônomos. O pós-graduando entenderá e aprenderá a gerir os projetos e todos os custos envolvidos no negócio.

Leia mais

Cuidados paliativos, o que é isso?

Cuidados paliativos, o que é isso?

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS, 2002), “cuidados paliativos consistem na assistência promovida por uma equipe multidisciplinar, que objetiva a melhoria da qualidade de vida do paciente e seus familiares, diante de uma doença que ameace a vida, por meio da prevenção e alívio do sofrimento, da identificação precoce, avaliação impecável e tratamento da dor e demais sintomas físicos, sociais, psicológicos e espirituais. ”

Leia mais

5 motivos para cursar pós-graduação em Atividade Física e Educação Física Escolar

5 motivos para cursar pós-graduação em Atividade Física e Educação Física Escolar

 

1. Atualização em aspectos de saúde no âmbito das aulas de Educação Física

O curso oferecerá um conhecimento atualizado e aprofundado em algumas esferas da saúde como Nutrição e Bem-Estar, Atividade Física e Saúde na Escola e Fisiologia do Exercício. Uma visão importante desses temas está relacionada ao papel do professor de Educação Física em estimular práticas e estilos de vida saudáveis aos alunos.

 

2. Aprofundamento pedagógico na área de Educação Física

O conhecimento e a ampliação do saber no contexto de formação são importantes para proporcionar aos alunos aulas com metodologias diferenciadas, como no ensino do esporte, do jogo, das lutas, da dança e ginástica. Por meio das aulas teórico-práticas, será possível vivenciar experiências diferenciadas do cotidiano escolar. O profissional poderá incluir essas vivências em sua rotina de trabalho. Além disso, o profissional também terá a oportunidade de experienciar atividades motoras adaptadas e incluí-las em seu planejamento.

 

3. Compreensão do processo avaliativo em Educação Física

O curso oportunizará a compreensão das diferentes formas e critérios de se avaliar os alunos nas aulas de Educação Física, ampliando a atuação profissional.

 

4. Professores renomados na área

O quadro docente do curso é formado por profissionais que possuem ampla experiência e com renome na área da Educação Física, seja no âmbito nacional ou internacional. Os docentes estão engajados no aperfeiçoamento constante, além de atuarem com foco na Educação Física Escolar.

 

5. Formação para o ensino superior

O curso também estende a formação à docência para o ensino superior e valoriza a iniciação científica dos alunos, contribuindo para estimular o profissional para a formação continuada.

 

Gostou do conteúdo? Que tal se inscrever no curso de pós-graduação da Unoesc em Atividade Física e Educação Física Escolar? Clique aqui e garanta sua vaga!

 

4 motivos para fazer pós-graduação em Assistência Multiprofissional em Oncologia e Cuidados Paliativos

4 motivos para fazer pós-graduação em Assistência Multiprofissional em Oncologia e Cuidados Paliativos

 

1. A área de oncologia e cuidados paliativos abrange todos os níveis de atenção à saúde, e envolve o atendimento de uma equipe multiprofissional, que precisa estar capacitada e ter ferramentas e habilidades para atender adequadamente o paciente.

 

2. A área de oncologia e cuidados paliativos é muito abrangente e atual, sendo que diversos hospitais estão criando comissões de cuidados paliativos, e necessitam de profissionais capacitados para atuar conjuntamente.

 

3. O curso conta com corpo docente composto de especialistas, mestres e doutores, com experiência na área de oncologia, terá duração de um ano, com aulas quinzenais, e realização de trabalhos à distância.

 

4. Neste curso serão abordados temas como prevenção, diagnóstico, tratamento e acompanhamento do paciente oncológico e de seus familiares.

 

Gostou do conteúdo? Que tal se inscrever no curso de pós-graduação da Unoesc em Assistência Multiprofissional em Oncologia e Cuidados Paliativos? Clique aqui e garanta sua vaga!

 

5 motivos para realizar pós-graduação em Gestão e Direito Público

5 motivos para realizar pós-graduação em Gestão e Direito Público

 

1. Mudança na gestão pública e mercado de trabalho

A gestão pública vem passando por constantes mudanças, tanto estruturais, quanto burocráticas, o que demanda uma nova visão voltada à prevenção, controle e segurança para aqueles que atuam direta e indiretamente com a Administração Pública, abrindo enorme mercado de trabalho. Hoje há notória escassez de profissionais especialistas tanto para preencher os cargos públicos quanto para atuar na gestão pública e no direito público. Isso se traduz em uma oportunidade única para consolidar sua carreira.

Leia mais

6 razões para ingressar na especialização em Saúde Mental Coletiva

6 razões para ingressar na especialização em Saúde Mental Coletiva

 

A especialização em Saúde Mental Coletiva é um curso bastante procurado por graduados do campo da saúde, saúde mental e atenção psicossocial e profissionais graduados que trabalhem indiretamente com o campo ou tenham interesse.  Se você é um desses interessados, mas ainda tem dúvidas sobre essa área de especialização, não deixe de ler esse artigo. Selecionamos 6 boas razões para você ingressar em uma especialização em Saúde Mental Coletiva.

Leia mais

5 motivos para fazer especialização em Engenharia de Automação Industrial

5 motivos para fazer especialização em Engenharia de Automação Industrial

 

Nesta semana, o Blog da Unoesc traz 5 motivos para você fazer especialização em Engenharia de Automação Industrial. O coordenador do curso, professor Marconi Januário, destaca a importância do curso:

Leia mais

Professor William César Gavasso faz uma reflexão acerca do cotidiano individual na saúde mental coletiva

Professor William César Gavasso faz uma reflexão acerca do cotidiano individual na saúde mental coletiva

 

Em termos gerais, a saúde coletiva vem agregando inúmeras teorias e conceitos referentes à assistência voltada ao cuidar da saúde. Com esse foco inócuo nos mais diferentes sistemas de saúde no mundo e, ainda mais evidente, no Sistema Único de Saúde (SUS), a intervenção em fatores não patológicos da sociedade implanta uma alternativa menos traumática no tratamento de saúde. Alternativas coletivas como enfatizar a cultura de cuidados à saúde de maneira coletiva e a reduzir da visão médica-intervencista e hospitalocêntrica nas pessoas funcionam como alternativas interessantes no que tange o foco preventivo.

Neste contexto, a Atenção a Saúde Mental vem se perpetuando derradeiramente através, principalmente, pelo seu vínculo psicossocial e biológico, compreendendo o ser humano como uma criatura muito mais complexo e com caráter coletivo. Ainda, como um ser que tem suas necessidades pessoais, e individuais, diretamente associadas às coletivas.

O processo de inserir o indivíduo dentro de uma realidade assistencial coletiva constitui um grande desafio aos sistemas de saúde, onde o foco voltado a resolutividade pode se perder devido a complexidade individual de cada um. Para isso, focar as organizações de trabalho para as peculiaridades comuns e coletivas, buscando integrar os fatores associados ao seu ambiente na busca de uma solução tangível e eficaz, traz consideráveis melhorias dos processos patológicos psíquicos. Além do mais, desperta nos profissionais um potencial de ascender novas estratégias voltadas a Promoção em Saúde Mental, integrando seu papel técnico-profissional ao de educador.

Esse caráter educacional do profissional de saúde, como agente sanitário envolvido na capacitação as pessoas no enfrentamento das situações cotidianas, beneficia conjuntamente a população e o sistema de saúde. Isso porque a atenção voltada a prevenção da patologia mental gera menos intervenções curativas e menos investimento de tempo do profissional com terapias individuais.

Trabalhar focando o cotidiano melhora os resultados do trabalho em saúde, pois, em se tratando de saúde mental, a maioria dos distúrbios podem ser desencadeados por alterações ocorridas na rotina individual. Situações como stress com trabalho e pessoas, conflitos domiciliares ou sociais e a baixa tolerância às decepções tendem a tornar o ser mais susceptível ao aparecimento de doenças mentais.

Considerando, dentro de uma perspectiva geral, a assistência prestada no campo da saúde mental na coletividade visa primariamente o empoderamento das pessoas saudáveis sobre o enfrentamento das situações que podem dar origem aos distúrbios psíquicos. Esse processo envolve uma preparação por parte do profissional de maneira a se aprofundar no comportamento humano e prever as situações que estarão presentes na sociedade com vistas ao apoio técnico nos momentos de enfrentamento das situações.

Neste contexto, há de se perceber que os profissionais da saúde desempenham forte influência no desempenho dos comportamentos humanos, porém deve se destacar que, para isso e para otimizar o tempo de trabalho, deverá realizar suas funções mais próximo à comunidade e de maneira coletiva, traduzindo o seu conhecimento a uma linguagem coloquial capaz de capacitar a comunidade.

Dentro de toda esta conformidade, a necessidade de capacitar os profissionais a se inserir e contribuir efetivamente na atenção à saúde mental coletiva se estabelece como forte estratégia no enfrentamento dos problemas mentais desenvolvidos na sociedade, focando especialmente no caráter preventivo primário, desenvolvendo o senso crítico para o estabelecimento de metas assistenciais tangíveis que façam a diferença na assistência à saúde mental.

 

Gostou do conteúdo? Que tal se inscrever no curso de pós-graduação da Unoesc em Saúde Mental Coletiva? Clique aqui e garanta sua vaga!

 

Diplomada da Unoesc conta como é o dia a dia do farmacêutico em um hospital

Diplomada da Unoesc conta como é o dia a dia do farmacêutico em um hospital

 

A jovem diplomada da Unoesc São Miguel do Oeste, Diana Sarzi, formou-se, ano passado, em Farmácia. Em busca de novos conhecimentos e desafios, ela não parou de estudar e está cursando a pós-graduação em Farmácia Clínica na Unoesc. Nesta semana, o Blog da Unoesc entrevistou a Diana para saber como é seu dia a dia como farmacêutica responsável pela farmácia do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso, do Extremo-oeste catarinense. Confira abaixo a entrevista:

 

O que te motivou a cursar a graduação de Farmácia?

Sempre gostei da disciplina de Química e das matérias que envolviam cálculos. Fui incentivada pelos meus professores da escola a cursar Farmácia. Comecei a pesquisar sobre o curso e a área de atuação e me identifiquei muito com a profissão. A possibilidade de atuação do farmacêutico em mais de 70 áreas no mercado de trabalho foi uma das grandes motivações a ingressar no curso. O farmacêutico pode trabalhar com análises clínicas, em indústrias farmacêuticas e de alimentos, em farmácias públicas, privadas e hospitalares e atuar na área de estética.

 

Como é seu dia a dia como farmacêutica responsável pela farmácia do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso?

O meu dia a dia como farmacêutica é desafiador. O trabalho na área hospitalar demanda de uma gama de informações e afazeres diários. Contudo, quando observamos nossos resultados e, principalmente, quando percebemos que as mudanças geraram impactos positivos para o paciente, a atividade torna-se prazerosa.

 

FARMACIA 2 SMO 0317

Diana Sarzi é farmacêutica do Hospital Regional Terezinha Gaio Basso (Foto: Marcieli Berti/Ascom HRTGB)

 

Qual o perfil que o profissional farmacêutico deve ter?

O farmacêutico deve ser o mais dinâmico possível. Não basta entender somente de medicamento, já que esse profissional também atua em áreas administrativas nas empresas em que trabalha. De modo geral, o profissional deve conhecer a gestão e os objetivos da empresa, em que desenvolve as atividades. Além disso, deve desenvolver habilidades de liderança, já que, em algum momento da carreira, pode estar à frente de uma equipe.

 

Qual a importância de cursar uma pós-graduação para a carreira?

A pós-graduação proporciona ao farmacêutico o aperfeiçoamento dos seus conhecimentos em áreas específicas de atuação. O profissional que trabalha com promoção, prevenção e recuperação de saúde de uma população deve manter seus conhecimentos atualizados e aperfeiçoados na sua área, garantindo segurança ao público que atende. A farmácia clínica permite ao farmacêutico entender como atuará nessas fases de promoção, prevenção e recuperação e nos guia às diferentes formas de atuarmos nos estabelecimentos de saúde, com o foco da nossa atuação: a atenção ao medicamento.

 

FARMACIA 3 SMO 0317

Diana Sarzi (Foto: Marcieli Berti/Ascom HRTGB)

 

Estrutura do curso de Farmácia

O curso de Farmácia da Unoesc São Miguel do Oeste forma profissionais preparados para o mercado de trabalho. Os acadêmicos têm aulas em laboratórios didáticos e modernos para o desenvolvimento de atividades como: exames laboratoriais, análises microbiológicas, formulações de medicamentos, controle de qualidade em medicamentos, elaboração de produtos alimentícios, controle de qualidade em alimentos, entre outros.

 

FARMACIA 4 SMO 0317

Acadêmicos têm aulas em laboratórios didáticos e modernos

 

Segundo o coordenador do curso, professor Eduardo Ottobelli Chielle, durante a graduação, são utilizados os laboratórios de Anatomia Humana, Fisiologia, Química, Bioquímica, Microbiologia, Biologia Molecular, Parasitologia, Uroanálise, Hematologia, Imunologia, Primeiros Socorros, Citopatologia, Tecnologia Farmacêutica, Farmacognosia, Cosmetologia e o Laboratório de Tecnologia de Alimentos.

Além das aulas práticas que simulam o cotidiano do profissional, nos laboratórios são desenvolvidas inúmeras pesquisas de ponta, que são publicadas em revistas internacionais e de renome.

 

FARMACIA 5 SMO 0317

Aulas práticas simulam o cotidiano do profissional farmacêutico

 

Saiba mais sobre o curso de Farmácia, no site da Unoesc. A instituição está com inscrições abertas para o curso de especialização em Farmácia Clínica. Clique aqui e garanta sua vaga!