Marta Verônica Buss, mestre em Ciência e Biotecnologia, conta como foi sua trajetória e o que pensa do seu futuro profissional

Marta Verônica Buss, mestre em Ciência e Biotecnologia, conta como foi sua trajetória e o que pensa do seu futuro profissional

 

O ramo da Ciência e Biotecnologia vem crescendo largamente e começa a ser visto de forma diferente por quem pretende ascender profissionalmente. O mercado profissional​, ​ quer seja na docência ou na indústria​, est​á ​em expansão e abrindo espaços para boas colocações, com salários bastante atrativos. A Unoesc mantém no campus de Videira o curso de graduação em Biotecnologia Industrial e o Mestrado em Ciência e Biotecnologia, possibilitando a profissionalização para muita gente que est​á​ ​à​ procura ​de novas oportunidades de trabalho.

A mestre​ em Ciência e Biotecnologia​, ​ Marta Verônica Buss​, ​é um exemplo de luta e persistência. Também graduada pela Unoesc Videira, buscou no mestrado novos conhecimentos e hoje atua como docente na universidade e já pensa em cursar doutorado. Numa entrevista ao Blog​, conta como foi sua trajetória e o que pensa do seu futuro profissional. Acompanhe!

 

MARTA BUSS 3 VDA 1116

 

1) Por​ ​que você escolheu o Mestrado em Ciência e Biotecnologia?

Escolhi cursar o mestrado em Ciência e Biotecnologia após ter recebido o convite da professora doutora Estela de Oliveira Nunes, que fez a divulgação do mestrado em sala de aula, já na minha graduação. Na ocasião​, ela esclareceu sobre os pré-requisitos para ingressar ​n​o programa e informou sobre as possibilidades de bolsas de estudos em projetos de parceria da Unoesc com o CIBiogás, da ITAIP​U​. Além disso, como o programa é realizado na cidade onde eu moro, isso facilitou a tomada de decisão para a realização do mesmo​, ​por não ter custo de deslocamento e hospedagem.

2) Como você avalia o mestrado? Atendeu suas expectativas?

O curso é muito bom​ e​ superou as minhas expectativas em relação à qualificação dos docentes, que fazem parte do programa, bem como à estrutura dos laboratórios, que juntos me auxiliaram na elaboração da pesquisa.

3)  O mestrado lhe abriu portas?

Com certeza, abriu muitas portas e novas possibilidades, pois antes de ingressar ​no ​mestrado​, eu estava trabalhando na área ambiental de uma agroindústria​, ​desempenhando a função de operadora de Estação de Tratamento de Afluentes e Efluentes, e como cursava a 9ª fase de Engenharia Sanitária e Ambiental​, ​​já na finalização desta minha segunda graduação, na empresa que estava não ​teria perspectivas de crescimento profissional.

Após seis meses​​ no mestrado​, ​eu já estava lecionando a minha primeira disciplina na graduação em regime emergencial​. Essa experiência inicial foi muito proveitosa e ajudou para a definição da minha carreira profissional. Além disso, conheci pessoas incríveis, inúmeros pesquisadores e professores que auxiliaram a realização da minha pesquisa e, com certeza​, ​ todos contribuíram para o meu aprendizado profissional e pessoal.

4)  O seu local de trabalho atualmente est​á​ relacionado à área?

Sim, atualmente sou professora em tempo integral do curso de Engenharia Sanitária e Ambiental da Unoesc Videira. Ministro componentes curriculares nos cursos de graduação de Engenharia de Alimentos, Engenharia Sanitária e Ambiental, Arquitetura e Urbanismo ​ e​ Biotecnologia Industrial. Estou realizando pesquisas na área da Biotecnologia Ambiental e orientando alguns acadêmicos em trabalhos de conclusão de curso sobre a mesma temática.

5) Você recomendaria o mestrado de Ciência e Biotecnologia para outras pessoas?

Recomendo muito. Porque, assim como mudou a minha vida​, ​o mesmo pode transformar e melhorar a vida de outras pessoas. ​O​ conhecimento é a melhor arma para se usar nestes tempos de crise. Eu vejo em cada problema que surge​, ​uma oportunidade, de pesquisa e estudo para solucioná-lo e​, ​desta forma​, ​a construção de um novo conhecimento.

6) Você pretende seguir sua formação em nível de doutorado em alguma área da Biotecnologia?

Sim, pretendo fazer o doutorado em Biotecnologia Ambiental, continuando minhas pesquisas em ​bioengenharia.

 

MARTA BUSS 2 VDA 1116

Professora Marta Verônica Buss

5 motivos para você fazer mestrado em Ciência e Biotecnologia

5 motivos para você fazer mestrado em Ciência e Biotecnologia

 

Você já ouviu falar do Mestrado em Ciência e Biotecnologia da Unoesc? E da importância desse curso para o mercado de trabalho? Quem tem essa formação acadêmica, tem mais chances não só de conseguir uma boa vaga, mas também de se manter no emprego, subir de cargo e ampliar ainda mais a sua gama de conhecimentos. Dessa forma, vamos listar cinco motivos para você começar o mestrado e entender a importância dessa formação para o seu currículo.

 

1) Crescimento profissional

O mestrado é uma oportunidade para se aprofundar em uma área com a qual você se identifica. Ele também é responsável por fazer com que a sua visão de mundo seja ampliada. Você adquire novas experiências, tem contato com diversos profissionais e convive com outras realidades, que talvez não tivesse acesso antes de ingressar no mestrado. Além disso, ele permite que a construção do seu currículo seja mais específica e que você tenha as qualificações necessárias para desempenhar sua função dentro de qualquer empresa.

2) Atuação em oito áreas de estudo

O Programa de Mestrado em Ciência e Biotecnologia abrange oito áreas de estudo: Bionegócios, Empreendedorismo, Inovação na Agroindústria, Ciências Biológicas, Ciências Farmacêuticas, Ciência dos Alimentos, Ciências Ambientais, Ensino de Ciências e suas Tecnologias. O Programa possibilita que profissionais das mais diferentes áreas do conhecimento possam ter a oportunidade de se tornarem mestres com competência teórica e prática para a atuação em organizações públicas e/ou privadas.

3) Oportunidade de realizar intercâmbio

Além de participar de palestras por webconferência, os alunos do Mestrado em Ciência e Biotecnologia podem realizar intercâmbio no Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA), na sede La Consulta, em Mendonza, na Argentina. A parceria com a Unoesc corresponde às áreas de Vitivinicultura e Agronomia, com ênfase em extensão e desenvolvimento rural, para prática supervisionada e observatória. Também é possível realizar intercâmbio em universidades europeias, como, por exemplo, a Universidade do Porto, em Portugal e a Universidade de Murcia, na Espanha.

4) Apoio técnico científico de grandes empresas e de outras Instituições de Ensino Superior

O mestrado em Ciência e Biotecnologia possui o apoio técnico cientifico de 11 empresas brasileiras. Essa parceria permite que os alunos desenvolvam seus projetos de pesquisas de mestrado ou conheçam melhor a gestão e o sistema produtivo dessas empresas, por meio de visitas técnicas. As empresas vinculadas ao Programa, são: Bioplus – Desenvolvimento Biotecnológico, BRF Brasil, Ecológica, Videplast, Tirol, Coopervil, O Boticário, Epagri, Terranálises, Fischer, Master e Senai-SC. Outras Instituições de Ensino Superior (IES) no Brasil e no exterior também são parceiras da Unoesc, por meio de docentes vinculados aos grupos de pesquisa do mestrado, que atuam na co-orientação de projetos de dissertação dos alunos.

5) Público-alvo abrangente

O Programa abrange, principalmente, 15 áreas do conhecimento: Administração, Agronomia, Biotecnologia Industrial, Ciências Biológicas, Economia, Engenharia de Alimentos, Engenharia Sanitária e Ambiental, Engenharia Bioenergética, Engenharia Florestal, Engenharia Química, Farmácia, Medicina Veterinária, Nutrição e Pedagogia.

 

MESTRADO CIENCIA E BIOTEC 1 JBA 1116

 

Esses são apenas alguns diferenciais do Mestrado em Ciência e Biotecnologia para a sua carreira profissional. Se você gostou do nosso conteúdo e quer ter mais dicas como essas, acesse o Blog da Unoesc!