Você conhece a diferença entre marketing e vendas? Vamos analisar que sem marketing, você não teria perspectivas que te levassem a acompanhar resultados, mas ainda sem uma boa técnica de vendas e estratégia, sua taxa de conversão pode diminuir. O marketing e as vendas devem funcionar simultaneamente, mas na maioria das empresas, são departamentos que nem se comunicam.

São duas funções diferentes, e se você não entender a diferença, talvez você não obtenha os resultados que gostaria de ações de marketing. Então, antes de determinar suas necessidades de recursos de marketing vamos examinar estes dois componentes importantes.

Basicamente, marketing é tudo o que você faz para alcançar e persuadir as perspectivas e captar atenção dos seus clientes e o processo de vendas é tudo o que você faz para fechar a venda e obter um contrato assinado, ou a entrega de um produto final.

Tanto o marketing como as vendas estão focadas no aumento da receita. Eles também exigem conhecimentos e habilidades semelhantes, de modo que muitas vezes você encontrará especialistas em ambas as áreas, mas eles são, de fato, funções muito diferentes, e devem ser planejados e financiados separadamente.

Ambas são necessárias para o sucesso de uma empresa e se combinadas estrategicamente trazem uma quantidade significativa de crescimento de negócios. No entanto, da mesma forma, se os esforços estiverem desequilibrados ou os departamentos não se comunicarem, o resultado será menor.

Marketing consiste em traçar estratégias que você pode medir seu alcance e trabalhar para persuadir seus clientes potenciais de que você é a empresa certa para eles. Determina quais mensagens são necessárias para as pessoas certas, do jeito certo e no momento certo e no local certo.

Trata-se da mensagem que prepara a perspectiva da venda, Imagine o marketing como uma rede, jogado estrategicamente para obter as melhores chances possíveis de uma boa captura. O Marketing é feito por meio da publicidade, relações públicas, redes sociais,  relacionamento, fortalecimento da marca, entre outros. Também conduz pesquisas do mercado em geral, o público alvo, estuda a concorrência, para esclarecer valores, benefícios, preços, localização e qualquer mudança no mercado que possa exigir ajustes com o serviço ou produto.

O processo de vendas consiste na interação interpessoal. Muitas vezes, é feito por uma reunião individual, televendas, redes.  É tudo o que o envolve com o cliente de um modo pessoal. As vendas derrubam as portas, superam objeções, negociam preços e condições e muitas vezes trabalham internamente para garantir que os objetivos de seus clientes sejam atendidos.  Na maioria das vezes, o cliente potencial é conduzido a você por meio de esforços de marketing. Este é um processo sequencial: você não pode experimentar vendas fortes em andamento, a menos que você gaste algum tempo e dinheiro em marketing.

A real diferença entre um e outro é que marketing se foca no futuro e as vendas no presente. O marketing também precisa converter a compreensão do mercado em ferramentas e táticas para atrair clientes, construir relacionamentos (muitas vezes digitais) e desenvolver leads. Marketing direciona as vendas quanto a onde eles deveriam caçar e quais as munições a serem usadas. Note, no entanto, que se o Marketing se tornar uma função de suporte de vendas focada apenas no agora, o futuro pode se perder. As vendas precisam se concentrar no agora, a equipe de vendas deve estar focada em trazer os negócios de hoje, bater as metas mensais.

Como integrar Marketing e Vendas?

Primeiro verifique como estão os processos do seu negócio. Você tem uma plataforma de marketing? Sua marca é conhecida? Sua área de vendas sabe como comercializar? Qual é a cultura da sua empresa? Como você faz a sua publicidade? Tem um profissional para isso?  Se esses processos ainda não estão claramente definidos será preciso algum tempo, conhecimento e dinheiro para resolver, mas sem uma definição clara dos processos uma empresa tem pouca esperança de melhorar substancialmente suas vendas ou atrair novos clientes.

Se você não tem a experiência interna, não tenha medo de trazer alguém que possa ajudá-lo a começar. Para o custo equivalente de um único arquivo, você pode facilmente fazer uma diferença significativa em suas receitas este ano e nos próximos cinco anos. Idealmente, quem você contrata ajuda a documentar a estratégia e a implementação, oferece algum treinamento para seus funcionários e cria processos repetitivos para que com o tempo, a empresa possa aprender a fazer isso por conta própria.

E uma vez que as estruturas mencionadas acima estejam funcionando, as venda podem iniciar com seriedade. Isso inclui planejamento direcionados para a busca do cliente, campanhas assertivas que abrangem propaganda, estratégias em mídias digitais e a partir daí: Comece!

Como começar? 

Comece desenvolvendo um plano estratégico de marketing para que você saiba para onde você está indo. Em seguida, trabalhe em uma plataforma de marketing forte. Quando está perto da conclusão, comece a identificar e construir planos para a busca de metas específicas. Certifique-se de ter um plano de estratégias para cada um e um orçamento para garantir que você tenha fundos para realmente seguir o trabalho. Acompanhe de perto a implementação dos planos e acompanhe os resultados para que você possa ver o que está funcionando e o que não é. Tal como acontece com a maioria dos novas atividades, é melhor começar pequeno – como um plano piloto. Depois de experimentar algumas práticas e ver como isso funciona, você pode ampliar suas estratégias para incluir mais clientes-alvo ou grupo de compradores ideais.

Após a definição das estratégias, é necessário informar a equipe de vendas, já imaginou se sua empresa posta nas redes sociais uma imagem de promoção e de repente um cliente liga interessado e sua equipe não sabe do que se trata? Por isso, é muito importante a comunicação e o treinamento, depois é hora de implementar os métodos de contato, formas de abordagem e acompanhamento do progresso das negociações.

Desenvolver um processo que combine vendas e marketing permitirá que você alcance as perspectivas em todos os níveis. Lembre-se que a chave de tudo é o equilíbrio e a comunicação entre as duas áreas.

*Texto: Francielle Mafesoni dos Santos

Deixe seu comentário pelo Facebook