Já está mais do que na hora de começar a preparação para o Enem 2018 e uma matéria que costuma passar despercebida é a de línguas estrangeiras. O candidato deve escolher entre o inglês e o espanhol para compor a prova de Linguagens, Códigos e suas tecnologias.

Esse é um fator para o qual o aluno deve prestar atenção quando for conhecer o Enem e preparar seu cronograma de estudos. Afinal, a prova é inteligente ao avaliar o nível de preparação do estudante e nenhuma disciplina deve ficar de fora.

A questão é: devo escolher inglês ou espanhol para o Enem? Descubra como funciona, os assuntos que mais caem e como decidir qual idioma fazer na prova linguagens do Enem. Confira!

 

Como funciona a prova de língua estrangeira do Enem?

Das 45 questões da prova de linguagens, 5 são destinadas ao idioma estrangeiro. É uma avaliação pequena para uma disciplina de tanta importância atualmente, mas que pode fazer a diferença na nota final do aluno. Além de agregar nas práticas de estudo e não sobrecarregá-la, como muitos pensam.

Isso porque avalia o que mais cai no Enem, a interpretação de texto e os temas em alta ao longo do ano. Assim, o aluno pode estudar Língua Portuguesa, idioma estrangeiro e redação com um mesmo método de estudo. O que há de mais específico são as regras gramaticais e o vocabulário do idioma.

 

Como estudar espanhol para o Enem?

A escolha preferida entre os estudantes é o espanhol para Enem, pois acredita-se que seja mais fácil devido às similaridades do idioma com o Português. Contudo, essa é a maior pegadinha da prova, os chamados falsos cognatos, palavras parecidas ou iguais, mas com significados diferentes.

Outra atenção que o aluno deve ter é no uso dos artigos feminino e masculino, assim como em palavras que têm gênero diferente em Português. Os assuntos que mais caem no Enem de espanhol, entretanto, é a interpretação de tipos textuais, como tiras e charges.

Para mandar bem nas provas procure ler conteúdos informativos no idioma, como o noticiário do El País. As tiras da Mafalda também são uma boa opção, pois tratam de temas sociais que condizem com o perfil da prova.

 

Como estudar inglês para o Enem?

No inglês, o aluno também será desafiado a interpretar diversos tipos textuais, são comuns músicas, textos publicitários e artigos científicos. A gramática é um diferencial desse idioma, portanto o aluno deve conhecê-la para ter sucesso na prova. Principalmente, a construção de frases e os tempos verbais.

Outro cuidado é com as traduções literais. A prova pode trazer frases que precisam de uma interpretação mais apurada para fazer sentido. Quem tiver a oportunidade, deve apostar em um curso de inglês e discutir com os professores sobre os assuntos que mais caem no Enem.

 

Afinal, inglês ou espanhol no Enem?

A escolha do aluno para o Enem 2018 deve ser baseada em sua familiaridade com o idioma. Quem já fez um curso de inglês, por exemplo, terá mais facilidade com esse idioma. Por outro lado, quem não conhece bem nenhum dos dois pode apostar no espanhol pela similaridade com o português, o que já ajuda muito.

Para garantir a melhor escolha, o estudante deve conhecer a prova por meio das edições anteriores do exame. Tentar resolver as questões e verificar com qual idioma tem mais facilidade. Assim, você será capaz de optar por aquele que não será um obstáculo nos seus estudos e garante um bom desempenho na prova.

Quando se pesquisa sobre os temas que mais caem no Enem, a prova de língua estrangeira costuma ser deixada de lado. Porém, ela é uma parte importante do exame e dar atenção a ela pode agregar na sua rotina de estudos.

Quer mais dicas sobre o Enem e o vestibular? Assine nossa newsletter!

 

Inscreva-se com a nota do Enem

 

Deixe seu comentário pelo Facebook