Os brasileiros estão cada vez apegados a ideia de ter animais como companheiros em seu dia a dia. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, no final de 2017, eram mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos de estimação no país. Outro estudo da Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) indicou que 63% dos brasileiros, com animais de estimação em casa, os consideram como parte da família.  Dessa forma é crescente a procura por profissionais de cuidem do bem-estar e da saúde desses animais.

Diante disso, está uma grande oportunidade para o profissional formado em Medicina Veterinária: a de cursar uma pós-graduação de Medicina de Animais de Companhia. Através dessa especialização, o profissional poderá atualizar o conhecimento adquirido podendo oferecer serviços com muito mais qualidade, dentro desse nicho de mercado.

Mas além da demanda de mercado, que motivos podem levar a apostar nessa especialização? A própria concorrência é um deles.

Não é difícil perceber que, nos últimos anos, o número de novas clinicas veterinárias aumentou no país. Se para os donos de animais de estimação isso significa mais opções de serviços, para o Médico Veterinário alerta para que encontre diferenciais para fidelizar seus clientes. E que melhor diferencial há do que uma especialização?

A formação em Medicina Veterinária é generalista e necessita de aprofundamento. Na Pós-Graduação em Animais de Companhia, o profissional aperfeiçoa os conhecimentos básicos que detém, agregando valor à prática das técnicas que já conhece e consequentemente podendo melhor atender cães, gatos e animais exóticos.

Na Unoesc em Joaçaba, o curso de Pós-Graduação de Medicina de Animais de Companhia é oferecido na forma presencial e conta com um moderno centro de atendimento veterinário que possibilitará aos alunos melhor aproveitamento do conhecimento teórico, na prática.  Os professores do curso são atuantes no mercado e a programação dos conteúdos a serem trabalhados é contemporânea e inovadora.

Ficou interessado? Clique aqui para se inscrever.

 

Deixe seu comentário pelo Facebook