Crise, inovação e atitude

 

Medo, insegurança e muitas dúvidas. Todos esses sentimentos nos assolam em tempos de crise, e não poderia ser diferente. Apesar disso, são em tempos difíceis que a maioria das oportunidades surgem, por isso é a hora certa de empreender e, especialmente, inovar. Para aproveitar as novas chances que surgem pelo caminho, basta ter atitude. Essa é a ação que o professor Michel Carlesso Ávila considera mais importante para ultrapassar essa fase ruim e começar uma nova: a do sucesso.

O professor, que é membro do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT) da Unoesc Joaçaba, lembrou que a palavra crise, se tirada o “s”, torna-se crie. E criar é justamente a sua principal dica para todos que desejam crescer, mesmo em tempos de crise. Michel destacou que é preciso fazer diferente, e isso necessariamente não demanda grandes recursos. Ao contrário do que muitos pensam, inovação não se trata apenas de inventar novos produtos ou serviços, mas também modificar pequenos processos em ações já existentes, que trarão benefícios enormes e colocarão as empresas à frente no mercado.

— As inovações incrementais são melhorias nas já existentes, o que representa 99% das inovações do mundo. Já as radicais são novidades para o mercado e que trazem uma grande mudança tecnológica, estrutural ou operacional, provocando uma disruptura — explicou Michel sobre os dois tipos de inovações existentes.

Para auxiliar neste processo de criação, a Unoesc conta com o Núcleo de Inovação Tecnológica, presente nos campi de Joaçaba, Chapecó e Xanxerê. O setor auxilia as pessoas da comunidade em geral na parte de estruturação da ideia, atuando no fomento da inovação e propriedade intelectual.

— Os inventores em geral que tiverem uma ideia e não sabem como torná-la uma oportunidade, que nos procurem. Não que teremos a solução, mas iremos apoiar e debater essas ideias, tentando identificar os melhores caminhos para torná-la uma inovação realmente. Não existe receita pronta para passar pela crise, crescer ou inovar. Existe sim metodologias e ferramentas, que auxiliam o empreendedor na arte do empreender com menor risco, exigindo muito esforço e trabalho do empreendedor — comentou o professor.

As Pré-incubadoras Tecnológicas da Unoesc (Joaçaba e Chapecó) também são habitats de ideias inovadoras. O edital que seleciona os pré-incubados é disponibilizado uma vez ao ano, no site da universidade. A ideia, após selecionada, passará por um processo de verificação do seu conceito, que pode incluir a pesquisa e o desenvolvimento de um protótipo, além da elaboração de um plano de negócios. Alunos, professores, egressos e a comunidade em geral podem participar. O espaço oferece apoio técnico, comercial e jurídico no desenvolvimento da ideia, por meio de uma equipe multidisciplinar das três áreas do conhecimento.

Então, vai deixar a crise interferir a sua vida? Mude o rumo, procure novas alternativas e busque ajuda para empreender e inovar. Lembre-se que o sucesso pode vir das oportunidades que jamais esperamos. A Unoesc está disponível para lhe auxiliar.

 

BLOG INOVACAO 2

Professor Michel Carlesso Ávila

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>