Ao estudar para o Enem, organização é fundamental. São muitas matérias para aprender, além do desafio de passar várias horas solucionando questões e depois elaborar uma redação com tema complexo. O período de estudos requer também foco e disciplina, mas tudo é recompensado com bons resultados e o ingresso no Ensino Superior.

Leia este post e saiba como preparar-se para ter um desempenho incrível no Enem!

 

Como se preparar para o Enem

O primeiro passo para se dar bem no Enem é entender como ele funciona. Por isso, leia o edital, saiba quais matérias podem estar na prova, quais são os critérios de correção, como é elaborado o boletim do Enem, quando será o exame e todos os outros detalhes desse concurso. Saber tudo isso pode ser útil durante a prova e também te dá mais confiança antes dela.

Ainda antes de começar a estudar para o Enem, é importante criar um ambiente apropriado, que será seu lugar de estudos todos os dias. Precisa ser um cômodo mais silencioso e com boa iluminação. Seu material deve ficar organizado nesse local, que também deve ser uma zona livre de distrações como TV, celular e computador. Acostume-se à dedicação integral aos estudos sempre que estiver lá.

Outra questão importante no preparo para o Enem é o controle emocional. Para muitos estudantes, a ansiedade é um problema que pode afetar o desempenho na prova. Por isso, é necessário lidar com as emoções com antecedência, ter confiança em si mesmo e foco no seu objetivo de ingressar em uma boa universidade.

 

Cronograma para estudar para o Enem

Criar um cronograma de estudos para o Enem é a melhor maneira de garantir que nenhum conteúdo vai ser deixado de lado e ainda estabelecer o hábito de estudar diariamente. Você pode usar um aplicativo ou fazer um quadro e fixá-lo na parede, o importante é separar bem os horários de cada matéria e de cada tipo de atividade.

Escreva no cronograma seus horários de aula de cada disciplina e programe o tempo uma revisão diária de tudo que foi visto na escola. Coloque também no cronograma o tempo para exercícios, para revisões de conteúdos mais antigos e para criar resumos. Estabeleça intervalos para lanches e descansos, principalmente se o período de estudo planejado for muito longo.

No seu cronograma para estudar para o Enem, deixe algumas horas livres ao fim de cada semana. Elas devem ser preenchidas com uma matéria em que você teve dificuldade ou que não deu tempo de revisar. É importante ter esse tempo sem compromissos, para que a matéria não fique acumulada caso você enfrente algum imprevisto.

 

Simulados do Enem

Para saber como estudar para o Enem, é necessário acompanhar o seu próprio progresso. A melhor forma de saber em que você precisa melhorar é realizando simulados periódicos e comparando resultados. Portanto, pelo menos uma vez ao mês, é preciso fazer um simulado completo, do mesmo tamanho do Enem e com o mesmo tempo de resolução, em dois dias seguidos.

Compare não apenas o seu resultado final, mas também os resultados de cada disciplina, o tema das questões que errar e o tempo que levou para concluir a prova. Dedique-se mais ao estudo das matérias que concentrarem a maior quantidade de erros. Existem aplicativos de simulados que medem o tempo e os acertos, fornecendo gráficos e análises completas de desempenho.

Além das vantagens de conhecer melhor sua performance, os simulados servem para acostumar o corpo ao tempo de prova. Realizando simulados com frequência você consegue se concentrar com mais facilidade no dia da prova e se sente mais seguro, pois sabe do que é capaz.

 

A redação do Enem

Para garantir uma boa nota na redação o ideal é praticar. Escreva textos dissertativos com temas diversos durante o ano e tente ampliar seu vocabulário. Quando estiver praticando, leia seu texto depois de pronto e busque sinônimos para palavras que usar com frequência. Depois, tente reorganizar algumas frases sem alterar o sentido e, por fim, verifique com atenção a pontuação.

Esses são alguns exercícios que ajudam na hora de produzir uma redação de qualidade, no que diz respeito ao conhecimento da língua portuguesa. Entretanto, o Enem cobra mais do que isso.

A redação também exige estar em dia com as notícias do país, conhecimento da realidade socioeconômica brasileira e capacidade de análise crítica. Portanto, assista jornais e converse sobre questões polêmicas com seus amigos e família. Lembre-se de sempre basear seus argumentos em fatos e fugir dos estereótipos e frases prontas.

Todo o tempo em que você se dedicou a estudar para o Enem será recompensado quando forem divulgados os resultados da prova. Ao ver o seu boletim do Enem com boas notas em todas as áreas de avaliação, você estará mais próximo do sonho de ingressar na universidade.

Compartilhe este post nas suas redes sociais e mostre para seus amigos como estudar para o Enem!

 

Inscreva-se com a nota do Enem

 

Deixe seu comentário pelo Facebook