O planejamento estratégico de longo prazo, com atualização periódica, é uma grande ferramenta da Administração e que, sem dúvida, gera um diferencial competitivo significativo para as organizações que o aplicam de forma efetiva. Para falar mais sobre o assunto, o Blog da Unoesc entrevistou os professores do curso de Administração da Unoesc São Miguel do Oeste, Ornélio Stertz e Elis Regina Mulinari Zanin.

 

1) Por que o planejamento estratégico é importante para a empresa?

O planejamento estratégico é importante  para as empresas, pois funciona como uma espécie de bússola, que indica as ações que a empresa precisa desenvolver para alcançar os seus objetivos de longo prazo.

Ele tem como base ideológica e conceitual a definição de três importantes indicadores de conduta, que são:

1) A sua missão (qual é o seu negócio – razão da sua existência).

2) Visão de futuro (o que e como pretende ser – objetivo a ser alcançado).

3) Valores (indicativos de conduta a serem seguidos). É elaborado a partir da análise de tendências transformadas em cenários, que permite a formulação de ações estratégicas a serem desenvolvidas pela empresa para potencializar a sua competitividade.

 

2) O que deve ser levado em consideração durante a elaboração do planejamento estratégico? Quais  perguntas o Planejamento Estratégico deve responder?

O planejamento estratégico é elaborado a partir da análise SWOT:  Strengths  (forças), Weaknesses (fraquezas),  Opportunities  (oportunidades) e  Threats (ameaças). Essa análise deve ser feita a partir de um diagnóstico estratégico detalhado da organização, que serve de base para planejar a potencialização das suas forças, minimizar as suas fraquezas, aproveitar as oportunidades detectadas e neutralizar as ameaças. A partir disso, o plano precisa responder às perguntas da ferramenta de Administração denominada de 5W2H, ou seja:

What: O que dever ser feito?
Who : Quem é o responsável pela execução do processo?
Why : Qual a finalidade do processo?

Where:Onde ocorre o processo? Qual a sua alocação?
When:Quando ocorre o processo?
How: Como o processo é realizado?

How Much: Quanto? (Informa qual o gasto para a realização do processo)

 

3) Quais os erros mais comuns que as empresas cometem ao fazer o Planejamento Estratégico?

Os equívocos ou erros mais comuns, cometidos pelas empresas ao realizar esse planejamento, são: a ansiedade pela conclusão rápida do processo, levando a busca de atalhos; profissionais que conduzem o processo sem a necessária qualificação; diagnóstico superficial, gerando um falso espelho da realidade; insuficiente detalhamento da análise SWOT (forças – fraquezas – oportunidades – ameaças).

 

4) Quais barreiras as empresas podem encontrar durante a implementação do Planejamento Estratégico?

A principal barreira que se contrapõe à implementação do plano estratégico é a resistência às mudanças dos colaboradores das empresas. A mudança gera desconforto e incerteza para as pessoas, que pelo seu mecanismo inato de autodefesa se posicionam, sempre, em qualquer circunstância e dimensão, contrárias às mudanças.

 

5) Empresas familiares podem encontrar mais dificuldade para elaborar um planejamento estratégico e colocá-lo em prática? Por quê?

Nas empresas familiares, o grande problema para a elaboração e implementação do Planejamento Estratégico são os integrantes da família proprietária, em que, cada um dos seus membros tem um perfil, qualificação e aptidões e visão de futuro deferentes. Então, conciliar essas diferenças é um grande desafio e muito difícil de transpor.

 

 

Deixe seu comentário pelo Facebook