No cenário atual da produção de alimentos no Brasil, a eficiência produtiva e a redução de custos na formulação de dietas são fatores que determinam o sucesso da produção animal no agronegócio. Portanto, conhecer a composição bromatológica ou química dos alimentos é o ponto de partida para a formulações de dietas balanceadas, que tomam como base os nutrientes contidos nos alimentos e as necessidades nutricionais das diversas categorias dos animais de produção.

Diversas pesquisas são realizadas sobre as alternativas alimentares e de intensificações dos sistemas produtivos, com o objetivo de otimizar o desempenho dos animais. Mas para isso, é necessário que pesquisadores, técnicos, cooperativas e produtores busquem laboratórios de análises confiáveis para avaliar a qualidade dos alimentos que irão compor as dietas dos animais

Geralmente, a grande maioria dos produtores não conhecem a quantidade de matéria seca que seus animais estão consumindo e consequentemente, se esta atende as exigências nutricionais, principalmente de energia e proteína bruta.

Os professores Letieri Griebler e João Gabriel Rossini Almeida, do curso de Zootecnia da Unoesc Xanxerê, publicaram um artigo sobre este assunto na Revista Agro&Negócios. Acesse aqui.

Deixe seu comentário pelo Facebook