5 novas necessidades do mercado de trabalho para formados em tecnologia

 

A professora Rosicler Felippi Puerari, coordenadora do curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Unoesc Xanxerê, recentemente participou do Campus Party, em São Paulo. O evento, que ocorreu de 31 de janeiro a 3 de fevereiro, reuniu centenas de campuseiros – como são chamados os participantes da feira –, do país e do exterior.

Na oportunidade, a professora acompanhou a apresentação das mais recentes inovações e tendências nas áreas de Tecnologia e Design. A seguir, com base em suas observações do evento, ela lista cinco novas necessidades do mercado de trabalho para formados em tecnologia:

1. Desenvolvimento de seu próprio negócio

Hoje, está muito em voga as chamadas startups – empresas que surgem de uma necessidade pontual da sociedade. As startups tem um carro-chefe: geralmente, um produto tecnológico/aplicativo que o mercado demanda necessidade. Assim, o formado em tecnologia precisa saber como organizar seu próprio negócio. Nesse sentido, a Unoesc disponibiliza, por meio do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), a estrutura de laboratórios, profissionais capacitados e pesquisadores da universidade para o desenvolvimento do seu projeto. Fique atento aos editais.

 

2. Domínio de um idioma estrangeiro

Com a globalização cada vez mais crescente também na tecnologia, o formado na área precisa conhecer pelo menos um outro idioma (preferencialmente o inglês ou o espanhol), a fim de poder atender às necessidades de um público que transcende as fronteiras nacionais. Pensando nisso, a Unoesc oferece em Joaçaba, cursos de idiomas gratuitos para acadêmicos, professores e colaboradores. O aluno só precisa adquirir o material didático. Confira no site da Unoesc.

 

3. A internet das coisas

O formado na área precisa também ter a sensibilidade de desenvolver softwares que atendam ao que o público consumidor espera. Nesse sentido, é cada vez mais relevante o desenvolvimento de produtos básicos que auxiliem no dia a dia das pessoas, como facilitar as compras em mercado, por exemplo.

 

4. Desenvolvimento de softwares rápidos, intuitivos e disponíveis em qualquer lugar

Pela urgência dos usuários, são precisos softwares descomplicados, fáceis de serem usados, interativos, para que possam ser incluídos em seu cotidiano, sem grandes dificuldades. Além disso, devem trazer segurança e conforto – caso, por exemplo, do Uber.

 

5. Capacidade de trazer o cliente bem perto do desenvolvedor

O formado em tecnologia precisa sentir a necessidade de se colocar no lugar do cliente ao desenvolver um aplicativo. Afinal, acabou o tempo em que o desenvolvedor se “fechava” em uma sala e depois apenas entregava o software pronto ao cliente, sem querer trocar ideias prévias com ele.

 

DICAS TECNOLOGIA 2 XXE 0317

 

Gostou do conteúdo? Conheça o curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, no site da Unoesc. A universidade também está com inscrições abertas para cursos de especialização na área de tecnologia: Administração e Segurança de Redes e Gestão da Tecnologia da Informação. Faça a sua inscrição no site da Unoesc!

 

3 thoughts on “5 novas necessidades do mercado de trabalho para formados em tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>