A Área das Ciências das Humanidades é ampla e oferece boas oportunidades em diversos campos de atuação. Porém, os profissionais precisam, além da formação específica, estar atentos à outras questões visando o sucesso profissional. E é para dar dicas de como essas oportunidades sejam melhor aproveitadas, que conversamos com a coordenadora desta área na Unoesc,  professora Tania Durigon, que listou cinco necessidades do mercado de trabalho.

  1. Pensamento sistêmico: O profissional deve entender a organização como um todo, suas interconexões, suas relações, seus processos, porém, deve também ter conhecimentos específicos em determinada área.
  2. Novos modelos de gestão: O tempo de ser especializado em uma única área do seu trabalho acabou. O profissional dinâmico é multidisciplinar e interdisciplinar. Os modelos contemporâneos de gestão têm como desafio promover o desenvolvimento sustentável das organizações. Devem gerar valor para as empresas, para as pessoas e para o meio ambiente; conciliar desenvolvimento econômico, ambiental, social e cultural.
  3. Inovação: A inovação tem a capacidade de agregar valor aos produtos de uma empresa, diferenciando-a, ainda que momentaneamente, no ambiente competitivo. A inova​ção, ​seja de forma incremental ou radical, de produto, processo ou modelo de negócio, ​propicia às organizações uma posição de vantagem em relação ​às demais. Inovações são importantes porque permitem que as empresas acessem novos mercados, aumentem suas receitas, realizem novas parcerias, adquiram novos conhecimentos e aumentem o valor de suas marcas.
  4. Internacionalização: Se há alguns anos prevalecia o modelo local de gestão e atuação, hoje os profissionais estão diante de um cenário globalizado. Mesmo as empresas locais estão interligadas com investidores de todas as partes do mundo. Essas mudanças criaram um novo perfil de profissional, mais dinâmico e em constante mutação.
  5. Empreendedorismo: O empreendedor tem um novo olhar sobre o mundo à medida que presencia a evolução. Valoriza suas experiências, tomando decisões erradas e decisões acertadas. Abre novas trilhas, explora novos conhecimentos, define objetivos e dá o primeiro passo rumo às oportunidades.

* Texto com a colaboração Professora Tania Durigon, coordenadora da Área das Ciências das Humanidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar algumas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>