AUTOMACAO 3 JBA 0317

 

Nesta semana, o Blog da Unoesc traz 5 motivos para você fazer especialização em Engenharia de Automação Industrial. O coordenador do curso, professor Marconi Januário, destaca a importância do curso:

1. Para trabalhar na indústria é preciso saber automação

Seja você, por exemplo, um colaborador, um empreendedor ou gerente de indústria que produz produtos acabados, com certeza, necessitará de um processo automatizado. Se você está na linha de produção, independente do cargo, conhecer os pontos temáticos principais da Automação Industrial é de suma importância. Ainda, mesmo que você ocupe um cargo administrativo este conhecimento pode ser um diferencial. Este discernimento poderá auxiliar em tomadas de decisões. Você deve estar preparado para a chegada da Indústria 4.0.

 

2. Capacitação e crescimento profissional

Com o curso de especialização em Automação Industrial, o profissional estará efetuando a educação continuada. Sabe-se que a cada dia mais tem-se a necessidade de estudar e se manter atualizado. O curso foi pensando na união entre a teoria e a prática de maneira que o profissional aprenda conceitos simples e consiga extrapolá-los para aplicações complexas. Para isso, disciplinas como Controle de Processos, Controladores Lógicos Programáveis e Sistemas Supervisórios e Redes são de grande importância na grade no curso. Para tal, o curso conta com infraestrutura e corpo docente qualificado.

AUTOMACAO 2 JBA 0317

3. Saber o que é um sistema, aplicar controladores, automatizar processos e gerir projetos

Uma das linhas de aprendizado do curso de especialização em Engenharia de Automação Industrial está voltada a conferir ao profissional o entendimento da robustez da teoria de controle em sistemas automatizados. Assim, os equipamentos podem operar de forma mais correta, e produtos acabados possuirão melhor qualidade. Além disso, saber desenvolver equipamentos com interfaces amigáveis aos operadores e, também, gerir projetos traz mais confiança ao profissional e a certeza de sucesso ainda maior na carreira.

 

4. Conservação e gerenciamento da energia elétrica

Sabe-se que o valor da energia elétrica é um insumo que afeta diretamente no preço de produtos acabados. A utilização de acionamentos de máquinas elétricas, em especial o controle de velocidade de motores de indução trifásico, podem auxiliar na economia de energia elétrica pelas indústrias. Isto pode ser realizado por meio de sistemas de acionamento de motores elétricos ligados em rede, junto com controladores e sendo monitorados via sistemas supervisórios. Além disso, ter conhecimento sobre tarifação de energia auxilia o profissional na tomada de decisões. Desta forma, o curso de especialização em Engenharia de Automação Industrial dispõe de disciplinas como Motores Elétricos, Acionamentos Elétricos Industriais e Eficiência Energética e Qualidade de Energia, dentre outras, para auxiliar o profissional no entendimento e na solução de tais problemáticas.

 

5. Qual é o ganho em fazer o curso de especialização em Engenharia de Automação Industrial?

No curso existem pessoas de diferentes lugares e empresas. Isto pode aumentar a sua rede de contatos (networking), o que é de grande importância para aumentar as oportunidades de trabalho.  O curso de especialização em Engenharia de Automação Industrial está disposto a apresentar conceitos e extrapolá-los para que possam ser aplicados no dia a dia industrial. Como consequência, terá uma indústria mais competitiva com produtos mais bem-acabados. Além disso, o que é de suma importância, o profissional poderá alcançar maior satisfação e sucesso, dentre outros fatores importantes não somente na carreira, mas na vida pessoal.

 

Gostou do conteúdo? Que tal se inscrever no curso de especialização da Unoesc em Engenharia de Automação Industrial? Clique aqui e garanta sua vaga!

 

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar algumas tags HTML e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>